segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Os efeitos negativos da delinquência juvenil

Considerada uma conduta ilegal, delinquência juvenil afeta não somente crianças e jovens, mas também suas famílias e amigos
(Foto: Alexander Raths/Indiana Court Times)

Um dos atos antissociais mais comuns e largamente difundidos, a delinquência juvenil geralmente pode ser definida como participação no comportamento ilegal por crianças e jovens. Apesar de afetar basicamente pessoas com idade inferior a 18 anos, esse tipo de atitude criminosa também pode atingir suas respectivas famílias e amigos.

Tanto crianças quanto jovens frequentemente começam a cometer qualquer crime violento portando armas e sendo usuários de drogas, geralmente em grandes cidades por todo o mundo. Além disso, eles são forçados a abandonar seus estudos mais cedo; portanto, infelizmente, esses menores não têm nenhuma chance real de um futuro melhor através de uma educação de qualidade.

A delinquência juvenil não atinge apenas as vidas dos menores; ela pode criar vários efeitos negativos em suas estruturas familiares. Por exemplo, quando alguns adolescentes, a maioria do sexo masculino, cometem um crime bárbaro ou um delito, como vandalismo, seus pais ficam preocupados com essas situações que são contrárias às leis e às regras da família.

Embora impactem insatisfatoriamente suas famílias, delinquentes juvenis têm muitos amigos que também sentem na pele uma multiplicidade de efeitos negativos devido aos atos ilegais cometidos por indivíduos abaixo de 18 anos. Entre os diferentes aspectos que os fazem passar por mudanças perversas e desagradáveis em sua conduta está o fato de que alguns deles se tornem profundamente agressivos.

Então, quando alguma criança ou jovem comete qualquer tipo de atitude configurada como delinquência, percebemos claramente uma série de violações ou desobediências às leis que poderiam proteger não apenas cada pessoa, mas também todos os grupos sociais, incluindo seus pais e amigos.

P. S.: Este artigo é uma tradução feita por este jornalista do original em inglês, The negative effects of juvenile delinquency, também redigido pelo próprio.



Nenhum comentário: