terça-feira, 29 de novembro de 2016

Alba concede Comenda 2 de Julho a Margareth Menezes


Cantora será homenageada pelas relevantes contribuições prestadas à sociedade baiana em solenidade nesta quinta-feira, no plenário da Casa

Com informações da assessoria de comunicação da deputada Fabíola Mansur

Além de artista, Margareth é fundadora e presidente da Fábrica Cultural, ONG que desenvolve projetos sociais na Península de Itapagipe
(Foto: Divulgação)

Por iniciativa da deputada estadual Fabíola Mansur (PSB), a cantora e compositora Margareth Menezes será condecorada com a Comenda 2 de Julho por seu relevante apoio prestado à sociedade baiana. A solenidade de entrega da honraria ocorre em sessão especial nesta quinta-feira, 1º de dezembro, a partir das 10 horas, no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), no Palácio Deputado Luís Eduardo Magalhães.

A Comenda 2 de Julho, concedida pela Casa do Povo Baiano, tem como propósito homenagear personalidades que ocupam um papel de destaque no cenário político local e nacional e prestam contribuições de fundamental importância às cidades e à sociedade em geral.

Somada à sua prestigiada trajetória de cantora – destacando-se como fundadora do Movimento Afropop Brasileiro –, Margareth mantém e preside a Associação Fábrica Cultural, organização não governamental (ONG) sem fins lucrativos que atua na Península de Itapagipe, em Salvador. Criada pela própria artista, a entidade objetiva desenvolver projetos nos segmentos da educação, cultura e produção sustentável, tornando-se referência na área social para toda a região.

De acordo com Fabíola, admiradora das iniciativas desenvolvidas pela Fábrica Cultural, “o trabalho é realizado com respeito à condição humana e às identidades locais, promoção da autonomia, através do fomento ao conhecimento transformador, compromisso com as pessoas e com o desenvolvimento local sustentável e produção de experiências emancipatórias para pessoas e localidades, como é o caso do seu mais novo programa, o Mercado Iaô”.

A ONG foi fundada por Margareth Menezes em 2004, e desde então beneficiou mais de 10 mil pessoas e famílias. Hoje, possui quatro núcleos na Península de Itapagipe, distribuídos entre os bairros do Bonfim, Ribeira e Uruguai, todos exercendo projetos e atividades comunitárias em prol de crianças e jovens, bem como suas respectivas famílias.

Fabíola Mansur também enfatizou as ações sociais desenvolvidas e apoiadas por Margareth. Entre elas, a parlamentar mencionou a colaboração da cantora a importantes campanhas sociais, a exemplo do Carnaval sem Fome, que arrecadou alimentos para familiares atingidos pela enchente do Rio São Francisco, em 2007, e “Violência sexual: quem não denuncia também violenta”, do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), além do projeto Lê pra Mim, no qual a artista lê um livro infantil para crianças atendidas por instituições filantrópicas.

A cantora ainda atua como madrinha do Circo Picolino, do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan (Cedeca), da Legião da Boa Vontade (LBV), do Parapraia – programa da prefeitura de Salvador que, todos os anos, leva pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida às praias da cidade –, e da campanha “Fique de olho: no Carnaval de todo mundo, criança não trabalha”, de incentivo às denúncias contra as explorações sexual e infantil.

Serviço

Evento: Sessão especial – Solenidade de entrega da Comenda 2 de Julho a Margareth Menezes


Data e horário: 1º de dezembro (quinta-feira), a partir das 10 horas


Local: Plenário da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (Alba), Palácio Deputado Luís Eduardo Magalhães


Endereço: 1ª Avenida, 130, Centro Administrativo da Bahia (Cab), Salvador – BA


Proponente: Deputada Fabíola Mansur (PSB)