sábado, 27 de fevereiro de 2010

Um crime à vida eterna

21 de outubro de 2008

A eutanásia é um desrespeito enorme à própria vida, pois consiste numa prática ilegal em quase todo o mundo. O ato de o indivíduo decidir o caminho da morte, no entanto, já é legalizado em alguns países. Diversos setores sociais e seitas religiosas o consideram um crime bárbaro contra a preservação da vida.

Em todos os casos, inclusive quando um indivíduo estiver doente, a eutanásia é legalmente proibida, sendo, portanto, impossível de ser realizada. Nos países onde ela é considerada legal, como a Holanda, as pessoas que a praticam perdem definitivamente suas chances de sobrevivência. É, por isso, um verdadeiro suicídio, pois os pacientes preferem não continuar vivendo.

A maioria da população brasileira e mundial acredita que o fim da sua própria vida interfere violentamente nos direitos humanos. Além disso, as religiões, por serem contrárias à eutanásia, contestam fortemente a opção pessoal pela morte, assim como o aborto. Esta atitude cruel e injusta que incomoda a vida eterna é um sério problema de ordem ética, social e biológica.

Optar pela morte imediata é escolher o lado errado da nossa preciosa vida humana. Todos nós devemos respeitar a vida, amá-la e valorizá-la, vivendo eternamente num mundo onde há muitas guerras, conflitos e crimes violentos. É preciso, também, cuidar dos pacientes que estejam em estado de saúde grave para que eles lutem por uma vida melhor.

De volta ao batente

Olá, pessoal!

Durante meus períodos de férias e de Carnaval, não escrevi nenhum texto novo para este blog, pois estava curtindo meus melhores momentos tanto aqui na minha casa (em curtíssimos dias) quanto lá em Barra do Gil, onde passei a maior parte do meu delicioso verão. 2010 já chegou, e já é tempo de recomeçar, com pé direito, minha rotina de vida normal, principalmente com a volta às aulas na Unijorge após o meu longo recesso carnavalesco. No entanto, o 3º Semestre de Jornalismo, período no qual estou cursando atualmente, já havia começado no dia 3, tendo aulas até o dia 10.

Voltei a Salvador, definitivamente, para retornar minha vida normal em casa e na faculdade, nesta segunda-feira (22), com saudades de muitas coisas que eu mais gosto, principalmente de escrever para este meu bonito blog com a finalidade de mantê-lo atualizado. Meu prazer de ser jornalista, portanto, é um precioso dom para a minha futura carreira profissional.

Prezados internautas, por favor, leiam as novas postagens!