quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Ecoturismo no Brasil

Artigo originalmente escrito em 2 de novembro de 2015, e inédito neste blog

Atividade ecoturística propõe formação de uma consciência ambientalista
(Foto: Hugo Gonçalves – Boipeba, Cairu, Bahia, 14/12/2013)

1. Introdução

O turismo ecológico, ou ecoturismo, é definido como uma atividade que objetiva a utilização do patrimônio natural e cultural de maneira sustentável, incentivando a sua preservação e propondo a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, considerados fatores primordiais para promover o bem-estar das populações envolvidas no segmento.

Cabe às agências operadoras de turismo o planejamento dos roteiros, que podem ser elaborados através de estratégias de marketing, nas quais os visitantes podem usufruir dos serviços que lhes são essenciais, como hotelaria, gastronomia, transportes, entre outros.

Além disso, é possível aos turistas utilizar a infraestrutura básica de uma determinada região onde estão hospedados, que contempla, por exemplo, saneamento básico, coleta de resíduos sólidos, hospitais, postos de saúde e farmácias. Todos esses serviços, porém, têm que ser adequados e ecologicamente corretos.

2. Breve histórico do ecoturismo no Brasil

O hábito de explorar paisagens naturais para finalidades turísticas foi introduzido no Brasil no final da década de 1980, seguindo a tendência mundial. Nessa perspectiva, o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) autorizou, em 1989, a realização dos primeiros cursos específicos para guia dessa espécie de turismo.

A partir da realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Rio-92, o termo ecoturismo passou a adquirir mais visibilidade, estimulando um mercado que desde então continua crescendo. Acompanhando esse ritmo, vários órgãos e instituições vinculados ao segmento também foram estabelecidos.

Entre eles encontra-se o Instituto de Ecoturismo do Brasil (IEB). Fundado em 1995, o órgão tem como objetivo organizar todo o setor ecoturístico, bem como unificá-lo, no qual estão inseridos empresários, entidades ambientalistas, operadoras e agências de viagens, hotéis, pousadas, entre outras organizações ligadas à área. O IEB tem como uma de suas prioridades incentivar o ecoturismo através da elaboração de um código de ética a fim de certificar o profissional do setor.

3. Crescimento do ecoturismo em nível nacional

Enquanto o turismo convencional cresce apenas 7,5% ao ano no planeta, o ecoturismo vem se expandindo, com percentuais oscilando entre 15% e 25% ao ano. Conforme estimativas da Organização Mundial de Turismo (OMT), 10% dos turistas optam pelo ecoturismo em escala global. Mundialmente, o ecoturismo injeta recursos da ordem de US$ 260 bilhões. O Brasil, por sua vez, investe aproximadamente US$ 70 milhões nesse segmento.

Um universo estimado em cerca de 8 milhões de pessoas movimenta o turismo ecológico, sendo que 20 milhões partem da Europa, 8 milhões saem dos Estados Unidos, e de 2 a 3 milhões, de outras partes do mundo. Porém, o Brasil observa um crescimento tímido, registrando menos de 1% dos turistas. Apresentando uma enorme biodiversidade, a região amazônica, por exemplo, recebe menos de 0,16% dos visitantes.

Na edição 2009 do Índice de Competitividade em Viagens e Turismo, o Brasil aparece na quarta posição no que diz respeito ao potencial turístico na área de recursos humanos, nos aspectos culturais e naturais. Levando em consideração apenas esse último ponto, nosso país é o segundo colocado.

Há, atualmente, duas iniciativas desenvolvidas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), tendo como propósito estimular o desenvolvimento do ecoturismo, além de mobilizar as comunidades tradicionais em atividades inerentes ao desenvolvimento do setor no Brasil. Tratam-se do Programa Nacional de Ecoturismo, da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (SDS), e do Programa de Visitação nos Parques Nacionais, da Secretaria de Biodiversidade e Florestas (SBF).

Referências


CARVALHO, Vininha F. Origem e desenvolvimento do ecoturismo no Brasil. In: ECOVIAGEM. 14 fev. 2007. Disponível em:
http://ecoviagem.uol.com.br/fique-por-dentro/artigos/turismo/origem-e-desenvolvimento-do-ecoturismo-no-brasil-6516.asp. Acesso em: 2 nov. 2015.

ECOTURISMO. In: WIKIPÉDIA. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ecoturismo. Acesso em: 2 nov. 2015.

Nenhum comentário: